CENIPA divulga queda no número de acidentes no Brasil

A quantidade de acidentes aeronáuticos vem caindo, no Brasil, desde 2012 e, nos dois últimos anos, apresenta os menores quantitativos, excluindo o segmento da aviação experimental.  O número de acidentes em 2016 foi igual a 2015: 126 a cada ano.

Em relação ao número de fatalidades, houve aumento de 31%. Em 2015, ocorreram 58 mortes e, em 2016, foram 76 no total.

Ao analisar os acidentes por segmento de aviação, em 2016, a maior quantidade aconteceu na aviação particular, com 57 registrados. Porém, houve redução de 12% quando comparada com o ano de 2015, 65 acidentes.

Na aviação agrícola, houve aumento de 42%. 24 acidentes, em 2015, contra 34, em 2016. Quanto ao número de mortes, neste segmento, também houve aumento.  No ano de 2015, 3 mortes foram registradas e 13, em 2016. Já na aviação regular, comercial, apenas, um acidente foi contabilizado no ano passado.

Na aviação experimental, houve redução de 30% no número de acidentes, passando de 43, em 2015, para 30 acidentes, no ano seguinte. Em relação às mortes, o número passou de 20, em 2015, para 26 mortes, em 2016.

Publicada: 14/03/2017.